Make your own free website on Tripod.com


O QUE  A UMBANDA?

A Umbanda ‚ um sistema de comunica‡ão, entre o mundo ps¡quico ou espiritual e o mundo f¡sico ou material, e ‚ neste sistema que estão inclu¡dos todos os seres vivos e mortos, nascidos e por nascer. Os Esp¡ritos se dividem em dois grandes grupos, … saber: ORIXÁS e EGUNS.

ORIXÁS: Esp¡ritos de freqˆncia alt¡ssima que nunca tiveram qualquer esp‚cie de vida material.

EGUNS: Esp¡ritos evolutivos, de freqˆncia baixa, que evoluem atrav‚s de reencarna‡ões neste e em outros Orbes.

Todos os conhecidos Guias da Umbanda, são Eguns, evolu¡dos, que trabalham na Seara Divina, em prol do aprendizado dos irmãos aprisionados na mat‚ria evolutiva, sob a ‚gide dos ORIXÁS.

Os Esp¡ritos se agrupam em NA€ÕES.

Uma Na‡ão, ‚ o agrupamento de pessoas ou seres, que circundam o mesmo local, usam os mesmos trajes, falam o mesmo idioma (incluindo os dialetos), a tˆm o mesmo sistema filos¢fico, religioso e dogm tico.

A Umbanda, ‚ praticada por sete (7) Na‡ões, … saber:

7) ORIENTE

6) OMOLOCÔ

5) ALMAS

4) ANGOLA

3) NAGÔ

2) GÊGE

1)       KÊTO

 

 

As Na‡ões 1, 2, e 3, são conhecidas como CANDOMBL, onde não se opera com Eguns. Os Adeptos, vibram, cantam, dan‡am, dão comida e bebida, matam animais, enfim fazem tudo em louvor do Santo (ORIXÁ).
Esporadicamente, nessas Na‡ões, h  um "Toque de Umbanda", como ‚ chamado o trabalho com Eguns.

As Na‡ões 4 e 5, trabalham ami£de com os Eguns, embora tamb‚m sejam puxadas para o "Candombl‚".

O Omoloc“ ‚ uma Na‡ão Ecl‚tica pois que tem suas bases na mescla das outras, subdividindo-se como segue:

O Omoloc“, tamb‚m ‚ conhecido, por alguns, como Umbanda Branca ou Umbanda de Jurema.

O Oriente ‚ uma Na‡ão especial, onde se dispensa o ritual das demais, e aparentemente ‚ mais suave, mais sutil, haja visto que não trabalham com a incorpora‡ão direta; por‚m para se tornar um elemento … altura da complexidade dos trabalhos desta Na‡ão, o adepto, ou melhor o praticante, dever  saber e aprender todo o ritual das demais, pois necessitar  conhecˆ-los, para us -los quando se fizer mister. O dispˆndio de energia vital, pelo M‚dium no Oriente, eleva-se … quatro ou cinco vezes mais do que o normal, pois ter  que utilizar os rituais necess rios, sem a demonstra‡ão f¡sica dos mesmos.

A Umbanda pr tica, em cada uma das sete Na‡ões, tem sete Linhas, cada Linha sete Falanges, cada Falange sete legiões, cada Legião sete Peões, cada Peão comanda sete Elementares e cada Elementar tem … seu servi‡o, sete avissais.

 

VIDÊNCIA - CLARIVIDÊNCIA
3a VISÃO

Abaixo, damos os exerc¡cios praticados na Umbanda, Ritual do Omoloc“, cruzada com o Oriente, que deverão ser ensinados aos ne¢fitos, at‚ atingirem, a perfeita sintonia Interior/Exterior com o Universo.

1a Etapa - VIDÊNCIA: Exerc¡cios destinados … percep‡ão de seres extra-sensoriais, que serão feitos atrav‚s de: Bolas de Cristal, Copo de Cristal (liso) com  gua pura ou a fuma‡a da queima de elementos volatilizantes (Incenso, Benjoim e Mirra). O praticante dever  estar sentado, com o corpo relaxado, com o objeto do treinamento … sua frente. Dever  tamb‚m estar com roupas adequadas, de colora‡ão verde, num ambiente iluminado com uma luz verde. A pr tica destes exerc¡cios, tem como hor rio ideal, o per¡odo entre as 6hs e as 18hs, depois do praticante cumprir os preceitos abaixo:
1) Isen‡ão de todo o tipo de alimenta‡ão animal, que implique no sacrif¡cio do mesmo, nas 12 horas anteriores ao exerc¡cio. 2) Isen‡ão de sexo e  lcool pelo mesmo per¡odo. 3) Banho de descarga de alfazema (vide Nota no 1)

2a Etapa - CLARIVIDÊNCIA: Exerc¡cios destinados … percep‡ão de seres extra-sensoriais, com os olhos fechados; O praticante dever  estar sentado, com o corpo relaxado, usando roupas adequadas de colora‡ão azul, num ambiente iluminado com uma luz azul. A pr tica deste exerc¡cio consistem, de olhos fechados, procurar vislumbrar no cristalino dos olhos, as imagens e/ou quadros que irão se formar, sendo o hor rio ideal para este tipo de exerc¡cio, o per¡odo entre 22hs e 2hs, depois do praticante cumprir os preceitos abaixo:
1) Isen‡ão de todo o tipo de alimenta‡ão de origem animal que implique no sacrif¡cio do mesmo, nas 24 horas anteriores ao exerc¡cio 2) Isen‡ão de sexo e  lcool pelo mesmo per¡odo. 3) Banho de descarga de sƒndalo. (vide Nota no 2)

3a Etapa - 3a VISÃO: Exerc¡cios destinados … abertura da 3a Visão, que dar  ao praticante, a interliga‡ão direta com os 7 Planos Paralelos, proporcionando-lhe a possibilidade de auscultar as vidas anteriores, atuais e posteriores de todos os seres, vivos e mortos. O praticante dever  estar com roupas adequadas de colora‡ão amarela, num ambiente iluminado com luz amarela, em postura Iogue de fluˆncia do Kundaline. A pr tica do exerc¡cio consiste em entrar em estado de ALFA, sendo o hor rio ideal para este tipo de exerc¡cio, o per¡odo entre as 2hs e as 6hs, depois do praticante cumprir os preceitos abaixo:
1) Isen‡ão em definitivo de sua vida, a alimenta‡ão de origem animal, quer com seu sacrif¡cio ou não. 2) Isen‡ão de sexo e  lcool nos 7 dias anteriores ao exerc¡cio. 3) Banho de descarga de CEDRO. (vide Nota no 3).

 

NOTAS

Nota no 1: A primeira etapa, quando cumprida com o amor necess rio, ser  galgada em 7 luna‡ões.

Nota no 2:  normalmente chamado de concentra‡ão, com os olhos fechados, tentando ver o Sol brilhando. O tempo de dura‡ão desta etapa ‚ identicamente igual … anterior.

Nota no 3: O preceito do item 2, tem a dura‡ão especificada somente durante os exerc¡cios; ap¢s dado como pronto, o praticante dever  abolir em definitivo, o sexo e o  lcool, de sua vida. O tempo de dura‡ão em m‚dia dos exerc¡cios ser  de 21 luna‡ões